lunes, 2 de junio de 2014

JORNADA DE GRADUACIÓN

El miércoles 28 de mayo, se celebró la fiesta de graduación de los alumnos de 2º de Bachillerato, se entregaron certificados, orla del curso y su Tutor procedió al principio del acto a pasar lista de la siguiente forma:
video

Todos os nomes
Dum lado o fio a tecer o nome vosso
Do outro a  agulha  á beira desta Roca
E digo: ai, Carlos Javier, o   Ar é Nosso!
Já está dito um nome pola minha boca

O fio passa por Baralhobre... um  eco
Quero dizer Seco
e Iván é o que toca
E  Rebeca, de judaico nome, que beleza evoca
Deixou os cabelos e a lama nos fios
Dos seus apelidos

Ai!, Maria, de Cordal tan fino
Á Igreja voltamos ao bater do sino
E assim Ángela, filha do domingo
Descasca Cortiças e não cai um pingo

Já tenho a rima para dizer Laura
Que sobe a Costa difícil dos Dias
 E olhai que límpida a aura
busca e rebusca por todas as vias

E o irónico nome do Doce Ismael
Seriam já treze cum bote de mel
A assim Fernández está no papel

Acende uma Candela, Chiqui, duma vez
 retoma o fio, não te perdas nas Cortiças
que aí temos Domínguez e Fernández outra vez
e Fátima despertando das preguiças


De estrutura inglesa vem Cristina
E também de ressonância alexandrina
e Malvárez  passa por este xadrez
mais uma vez.

A noite e o dia e o branco e o negro
Coincidem  à Alva, as duas num prego
Que a Fonte e o Seixo  separadas vão
Mas os  Gómez partilham o pão

Se Maria fica com a melhor parte
Sejamos sinceros: com que fica Marta?
Enfim, deixai ao Grueiro fazer essa  arte
 Com  Varela curta para que não parta

No meio do caminho vem Eugenia
De nome feliz pedimos a vênia
De não repetir o nome do templo
Que o diga Martínez e ponha um exemplo.


E se por muito que diga apenas acerta
Entre Abades contamos o nome de Berta
E Lópezes temos por pares coberto
 Rodríguez não é,  o nome é Roberto!

E digo Ana que é nome benéfico
E o Salgado mar e a tranquila voz
Formam o apelido que tem o sentido
Ao dizer Muñoz

Maria ou Paloma, realmente, não sei
Mas os Pinheiros e os Fornos de que jeito
Dizei-me, amigos,  os juntarei
E uma voz responde:  -isso está feito!

E vai o fio percorrendo a Patrícia nave
Que a este Porto arriba numa entrega
Com López às costas vai suave
E como um fardo o lança para a adega

E vai agora a trote ligeiro com Noélia
Um presente de Nadal uma vitória
Que sem Espada cruel e vil matéria
Segue o Regueiro da feliz memória

E o Regueiro continua entre Nogueiras
De Dom   Froilán os territórios corre
Aparece El- Rei por entre as eiras
É o Salório  que em Santiago morre.

Mas ressuscita este fio de auga
E digo novamente ouro e Laura
Em São Jõao  elevou-se tão veemente
Que o Te e o I e o E foram  Torrente.
E Laura surgiu tão novamente!

Que veio  dar sobre umas Torres
Que Daniel com Martínez aguentou
E vão rematando os fios e as cores
 Dos nomes que tecidos são quem sou

E o broche é um duplo broche bem tecido
Sobre os Barros adustos desta vida
Digo-vos o belo nome, é bem sabido: Lydia
E a Varela engasta  este sentido

Que deve ser bem pensado e refletido
Se quereis compreender o coração do Infante
Olhai para Lorena um breve instante
E ponde ponto final ao cometido.




No hay comentarios:

Publicar un comentario